Ônibus escolar

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa

Cquote1.png Você quis dizer: Transporte público de crianças Cquote2.png
Google sobre Ônibus escolar

Images-42-.jpg Ônibus escolar ou amarelão (lá nos istêites, América do Norte) é um tipo de ônibus especificamente projetado e fabricado para o transporte de demônios comumente chamados de alunos. Serve para carregar essas desgraças para a escola, e para outras vadiagens disfarçadas de eventos escolares.

Os estudantes que andam em busão de escola[editar]

Na primeira viagem, o aluno acha que vai assim...

Eles se acham os maiores fodões só porque têm um cartão do ônibus que lhes dá gratuidade. Pensam que aquilo é um cartão de crédito ou algo do tipo. Em 84% das vezes eles são responsáveis por lotarem o ônibus com suas mochilas imensas. Além disso, ficam conversando sobre um monte de besteiras, quando não usam umas caixinhas de som portátil fazendo um imenso barulho dentro do ônibus. Porém, para melhor compreensão, os estudantes têm que ser divididos em alguns subgrupos.

  • Crianças: São aquelas que ainda estão no primário, fazem o ônibus ficar parado por meia hora só pra passar na roleta, e quando não, eles entram por trás (ui) ou pulam a catraca e toda vez que o motorista da uma freada eles ficam gritando alto, como se o busão fosse explodir. Quando o barulho é insuportável, o motorista manda todo mundo tomar no cu, daí eles ficam com medo e resolvem calar a porra da boca. Os estudantes do primário têm como função infernizar quanlquer um dentro do ônibus; mesmo levando um esporro do motorista, eles ficam puxando a cordinha toda hora, pro ônibus parar mesmo sem alguém querer descer no ponto, fazendo o ônibus parar à toa e emputecendo todo mundo; eles fazem isso de sacanagem. Quando eles finalmente saem do cata-jeca, é um alívio para todos.
...mas vai é desse jeito!
  • Adolescentes: Muito complicado, porque dentro desse subgrupo existem milhares de outros subgrupos. Primeiro, falaremos dos bagunceiros: geralmente sentam no fundo do ônibus, fazendo batucada, falando alto e cantando funk carioca ou músicas do Racionais MC's. Eles têm como costume cuspir nos vidros do carros que passam ao lado e gritar bastante quando reconhecem algum vagabundo ou uma puta conhecida deles. Geralmente conversam sobre as mulheres que estão comendo nas punhetas que eles estão tocando, sobre o tiroteio que rolou na favela deles ou do mano que morreu, e xingam bastante o motorista.

O segundo subgrupo de adolescentes que andam de ônibus são os playboys que se assemelham aos bagunceiros, porém sentam no último banco, fazendo cara de maconheiro e colocando medo nas pessoas.

O terceiro subgrupo dos infinitos grupos de adolescentes são as meninas, que vivem falando de tudo, principalmente daquele garoto que gostam tanto a ponto de tocar siririca. Mas na verdade são umas garotas feias, gordas, tudo esculhambadas, e quando não fazem isso ficam reclamando da vida, porque ninguém ama elas. Mas claro, toda feia que tem como estilo ser piriguete ninguém quer mesmo. Você fica sabendo quem tá namorando quem através desse tipo de gente. Falam se sacudindo, parece que tão sempre com coceira no cu e adoram reclamar dizendo que o ônibus tá cheio, que levam encoxadas, que foram "estrupadas" dentro do coletivo e que engravidaram com gozada no pescoço. E não sabem quem é o pai, pois o filho foi feito nas coxas (o esperma escorreu do pescoço e entrou na vagina). Depois de um tempo vão no programa do Ratinho pra aparecer naquele quadro do teste de DNA, porém nunca descobrem quem é o pai pra ficar sendo bancadas por cachaceiros, receber pensão e Bolsa Família. Deve ser por isso que reclamam tanto da vida.

Mais imagens[editar]

Outros usos[editar]

  • Transporte de moribundos para a UTI
  • Transporte de pessoas que fingem ser estudantes