Cama de Gato

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa

Êta Mundo BomBoogie OogieJoia RaraFlor do CaribeLado a LadoA Vida da GenteCordel EncantadoCama de GatoParaísoNegócio da ChinaO ProfetaAlma GêmeaCaboclaChocolate com PimentaCoração de EstudanteA PadroeiraEstrela-guiaO Cravo e a RosaMulheres de AreiaFelicidadeFera RadicalBambolêA Gata ComeuAmor com Amor se PagaParaísoMarinaCaboclaDona XepaEscrava IsauraVejo a Lua no CéuA MoreninhaHelena

Cquote1.png Eu sou melhor que Nazaré, Flora e Soraya Montenegro! Cquote2.png
Verônica Veneno sobre si mesma
Cquote1.png Gustavo, tão armando uma Cama de Gato pro senhor! Cquote2.png
Rose sobre qualquer coisa
Cquote1.png Eu sempre quis escrever uma novela assim! Cquote2.png
Zeca Pimenteira sobre Cama de Gato
Cquote1.png Ai, meu São Chiquinho! Cquote2.png
Rose sobre este artigo
Cquote1.png Ô Tarcísio, tá me ouvindo? Cquote2.png
Tio da Vila Cruzeiro sobre Tarcísio
Cquote1.png O que você disse? Pode falar mais alto? Cquote2.png
Tarcísio sobre o Tio da Vila Cruzeiro

Cama de Gato é uma novela das 6 da Rede Glóbulo com muitos assassinatos, tiros e atropelamentos.

Sinopse[editar]

Gustavo Peidão é um empresário da Fedores, produtora de desodorantes, perfumes e disfarçadores de falta de banho. Devido a ser uma pessoa muito malvada e etc (porque ele era pobre e fodido na infância, então prometeu-se que nunca mais voltaria a cair um dia), seu amigo Zé Bob Alcino resolve largá-lo no meio do deserto do Maranhão pra ver se ele fica bonzinho. Acusado de um crime que não cometeu (olha o clichê), Gustavo é dado como morto e volta para o Rio de Janeiro para provar sua inocência e ficar ao lado de Rosenilde (nome de gente pobre), a famosa Rose.

Mas as armações de Verônica não deixarão que os dois fiquem juntos, porque essa é mais uma novela mexicana onde os mocinhos ficam juntos, se separam e ficam juntos de novo, e a vilã é presa, e é solta, é é presa de novo, etc.

O filho de Rose é Tarcísio, um clone mais narigudo do Cristiano Ronaldo que não ouve direito e é objeto de troça de Pedro, um mauricinho bochechudo com cara de idiota. Mas esse mauricinho se apaixona por uma garota do cabelo vermelho que veio da Itália achando ser filha de Alcino. Ele fica bonzinho, os dois ficam muito felizes e... ela morre no parto do filho do casal!

Pedro é filho de Davi, um fracassado idiota que trabalha na empresa do irmão Gustavo e tem dois pais que vivem num asilo onde os velhinhos são muito alto astral e pulam de paraquedas e correm até maratona (se conseguirem aguentar os primeiros 2 km).

Outros personagens[editar]

Sólon: Argentino da Bahia, dono de uma danceteria irada onde todo o elenco vai balançar o esqueleto e usar gírias ridículas como nesta frase.

Tião: Come-e-dorme. Já que era chifrudo em outra novela, desta vez só faz pedir dinheiro à sua mulher, Rose. Barraqueiro e chato.

Delegado Salviano: O delegado que só aparece no final da novela, desta vez fica durante a novela toda. Sempre está comendo biscoitos e inventando teorias que não têm nada a ver. É capaz de ver o Fernandinho Beira-Mar na rua e não reconhecê-lo.

Glória: A nova mulata Globeleza, só serve de figuração e pra dar umas bitocas no capacho da Verônica.

Domênico: O velho bonzinho que ajuda o mocinho com seus conselhos de Mestre Yoda (note que até a voz se parece).

Trilha sonora[editar]

Nacional[editar]

Capa: Rose como Camila Pitanga

  1. Porque Eu Sei que É Amor - Titãs
  2. Pra Você Guardei o Amor - Nando Reis com participação de Ana Cañas
  3. Um Dia, Um Adeus - Vanessa da Mata
  4. Seu Olhar (ao vivo) - Seu Jorge
  5. Linda Rosa - Maria Gadu
  6. Sou Eu - Diogo Nogueira com participação de Hamilton de Holanda
  7. Pedindo Pra Voltar (ao vivo) - Marisa Monte
  8. Pot-Pourri: Beija-Flor/Mel da sua Boca - Marina Lima
  9. O Mundo - Paulinho Moska com participações de Chico César, Lenine e Zeca Baleiro
  10. Eu Não Sou Santo - Exaltasamba
  11. Vem Comigo Que eu Te Levo Pro Céu - Marcelo D2 com participação do Cabeza de Panda (quem?)
  12. Pelo Avesso - Titãs (tema de abertura; veja a letra mais abaixo)
  13. La Plata - Jota Quest (sample: This is Soul/Paul Nero)
  14. Amar é Perdoar (Don't Know Why) - Fábio Jr.
  15. Odeon - Fernanda Takai

Internacional[editar]

Capa: Verônica como Paolla Oliveira

  1. Breakeven - The Script
  2. Bad Romance - Lady Gaga
  3. Her Diamonds - Rob Thomas
  4. Don't Trust Me - 3OH!3
  5. This is Who I Am - Vanessa Amorosi
  6. Take a Bow - Rihanna
  7. Electric Feel - MGMT
  8. Shake It - Metro Station
  9. Love Sex Magic - Ciara feat. Justin Timberlake
  10. Bulletprrof - La Roux
  11. New Divide - Linkin Park
  12. Like It Like That - Guy Sebastian
  13. My Delirium - Ladyhawke
  14. The Captain of her Heart - Daniel Boaventura (quem fez o Sólon na novela)
  15. Joker and the Thief - Wolfmother
  16. This Heart Attack - Faker

Letra da música de abertura[editar]

Compositor: Sérgio Britto

Vamos pedir que entrem
Que invadam o seu lar
Pedir que quebrem, que acabem com o seu bem-estar
Vamos pedir que quebrem
O que eu construí pra mim
Que joguem lixo, que destruam o meu jardim

Refrão:
Eu quero o mesmo inferno
A mesma cela de prisão
A falta de futuro
Eu quero a mesma humilhação
A falta de futuro

Vamos deixar que entrem
Que invadam meu quintal
Que sujem a casa e rasgue as roupas no varal
Vamos pedir que quebrem
Sua sala de jantar
Que quebrem os móveis e queimem tudo o que restar

Refrão 2x
O mesmo desespero
A mesma humilhação

Vamos deixar que entrem como uma interrogação
Até os inocentes aqui já não têm perdão
Vamos pedir que quebrem, destruir qualquer certeza
Até o que é mesmo belo, aqui já não tem beleza

Vamos deixar que entrem
E fiquem com o que você tem
Até o que é de todos, já não é de ninguém
Pedir que quebrem, mendigar pelas esquinas
Até o que é novo já está em ruínas

Vamos deixar que entrem
Nada é como você pensa
Pedir que sentem aos que entraram sem licença
Pedir que quebrem, que derrubem o meu muro
Atrás de tantas cercas, quem é que pode estar seguro?

Refrão 2x
O mesmo desespero
A mesma humilhação