Desnotícias:Treta no jardim de infância entre Joice Hasselmann e Eduardo Bolsonaro termina com fechamento da creche do PSL

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Desnoticias logo.png

Este artigo é parte do Desnotícias, a sua fonte de ignorância 24 horas por dia.

ANTRO DA PUTARIA NACIONAL, Brasil

A creche do PSL pirou quando a revista Veja, entre suas mais de um milhão de fofocas políticas de quinta categoria como "Jair Bolsonaro toma café pela quinta vez em um dia na casa do caralho" ou "Carlos Bolsonaro entrou num SPA pra perder uns 400 dos seus 1000 quilos", de repente descobriu uma paradinha do Eduardo Bolsonaro em que ele e alguns assessores dele descolou uns paga-lanches num valor de 2 milhões e lá vai, alguns inclusive pagos pra madrasta gostosa Michele Bolsonaro.

A situação ficou tão mal explicada que logo a rainha das fofocas de direita Joice Hasselmann, vendo aí uma chance de comer o cu do Dudu (desculpa pela rima sacana, mas ficou bão pra danar, aí eu deixei mesmo) e passar a perna dele, decidiu soltar uns papos de que o PSL tinha os piores tios de creche da história, o que causou uma treta do cacete, mais confusa que música de Arrigo Barnabé. A situação ficou tão séria que o PSL teve de fechar a creche por tempo indeterminado. A situação ficou tão chata que o diretor, Jair, acabou por já ir se cagar em algum hospital o mais rápido possível pra não ter de ficar no meio do fogo cruzado e também porque ele ainda tá com a bolsa de cocô que ele usa pra fugir de tudo que pode dar merda pra ele. Meu Deus do céu, quanta referência escatológica numa só frase que pra piorar foi toda censurada e você nem vai ler essa porra direito...


Latigo deu o cu pro kopen

Fontes[editar]