Mulheres Apaixonadas

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa

Mulheres Apaixonadas foi a bagaça que passou na Rede Globo, durante o ano de 2003, como novela das oito. Foi escrita por Manoel Leblon e dirigida por Ricaço Waddington. Seu argumento, pobre como em qualquer novela de Manoel Carlos, falava sobre as aventuras bissexuais de três irmãs gêmeas, pessoas ricas e entediadas — como em qualquer novela de Manoel Carlos. Também falava sobre o dia a dia no Leblon, com seus seríssimos problemas sociais, que incluíam falta de dinheiro para viajar para Nova York ou para comprar o caviar nosso de cada dia, comovendo os telespectadores.


Spoiler5.JPG ATENÇÃO! O texto abaixo pode conter (ou não) um ou mais SPOILERS!

Ou seja, além de deixar o artigo com mais pressão aerodinâmica nas retas e mais estável nas curvas de alta, ele pode revelar, por exemplo, que Roberto Baggio erra o pênalti e o Brasil é tetracampeão, ou que Helena fica com a filha de Nanda.

Spoiler3.jpg

Personagens Principais[editar]

  • Re-lena: personagem principal em 856 novelas de Manoel Carlos e possível amante do novelista, dessa vez Re-lena é interpretada por Christiane Torrone. Cansada de tanto dar se meter em altas confusões (embora não fosse, nenhuma vez, Sessão da Tarde), Re-lena se decide por uma vida mais tranquila como professora de história do sexo na escola particular conhecida como IRA (Idiotas Realmente Anencéfalos). Só que isso não é o bastante para ela, que é ninfomaníaca e não se satisfaz apenas com o urso homem com quem é casada.
Mulheres apaixonadas...
  • Henlouquisa: interpretada por Giulia Gam, é uma das irmãs e esposa ciumenta de Sérgio (Marcello Anthony). Tem tanto ciúme de Sérgio que nem mesmo deixa que ele compre uma cadela de estimação, temerosa de que ela a ache tão ou mais interessante do que ela. Bem se vê, portanto, que ela tem razões para se preocupar...
  • Hildadá: a última e mais inexpressiva das três vadias irmãs (Maria Padilha). Vive uma vidinha monótona com seu marido e, francamente, nem era para estar nessa novela, não fosse a necessidade que Manoel Carlos sempre tem de distribuir ao menos um câncer por seus personagens de novela. Sobrou para ela.
  • Sócana: é a professora cachaceira de geografia da IRA (Vera Holtz). Depois que aponta para a Groenlândia e diz que ali fica o Rio de Janeiro, os alunos percebem que algo não vai muito bem com sua professora... e aproveitam-se disso para colar à vontade durante suas provas! No fim, todos os alunos são aprovados e Sócana garante seu emprego, já que função de escola particular é passar aluno mesmo.
Uma das cenas mais emocionantes.
  • Padre Peido: é o padre safado que, depois de rezar a missa, traça a Estrela, uma puta paga interpretada por Lavínia Vlasak. Toda vez que Estrela vai se confessar, Padre Peido passa o rodo uma penitência obscena. E olha que ela paga direitinho... afinal, como BOA (in)fiel que é, sabe que, se ajoelhar, tem que rezar!
  • Dores: a personagem de Regiane Alves é uma famigerada torturadora de velhinhos e garota de programa nas horas vagas. Na verdade, é uma incompreendida, pois, se vive espancando seus avós, é porque eles insistem em fazer coisas erradas, como continuar respirando. No fim, ela vê o que é bom para tosse, quando para nas mãos de Tom Hanks Dan Stulbach, o tenista psicopata da novela.
  • Edwirges : Também conhecida como a santinha do pau oco da novela, só aceita ser comida pelo Erik Marmo depois de o mesmo engravidar uma gracinha conhecida por Hebe Camargo.

Dentre outros tantos personagens que hoje você nem ouve falar (ou não).

  • Marcos Raquete : Um marido que qualquer mulher não gostaria de ter. É obsecado pela Raquel e ambos gostam de praticar sadomasoquismo com Marcos dando umas raquetadas nas costas da professora gostosa, a Raquel gosta tanto que grita de prazer.

Trilha sonora[editar]

  • A Som Livre inovou, em 2003, ao lançar um CD duplo com as trilhas nacional e internacional de uma só vez. Tal fato se repetiria com sua trama substituta e América, em 2005. Na verdade, uma estratégia para combater a pirataria, que até deu certo: 1 milhão de cópias vendidas e certificado de disco de platina, pela Associação Brasileira de Produtores de Discos (ABPD).
  • O CD duplo com 30 faixas traz grandes sucessos da época misturados a regravações de sucessos da música brasileira e internacional.

Capa: Rodrigo Xerxes Santoro e Carolina Dieckmann.

Nacional[editar]

  1. Velha Infância - Tribalistas
  2. Sem Fantasia - Chico Buarque e Maria Bethânia
  3. Eu e a Brisa - Márcia
  4. Eu Sou Assim (Don't Trip on Me) - Luiza Possi
  5. O Amor Em Paz - Gal Costa
  6. Luxo Pesado (Got to Be Real) - Fernanda Abreu, com participação de Fausto Fawcett recitando os trechos em francês
  7. Preciso Aprender a Ser Só - Maria Bethânia (sim, de novo.)
  8. Todo Errado - Caetano Veloso e Jorge Mautner
  9. Você Marília Gabriela e Reynaldo Gianecchini
  10. Não Sei Se Foi - João Donato, com participação de João Bosco
  11. Onde Anda Você - Cauby Peixoto e Ângela Maria
  12. Meditação - Nara Leão
  13. Não Tem Solução - Nana Caymmi
  14. Pela Luz dos Olhos Teus - Miúcha e Tom Jobim (tema de abertura)
  15. Drum 'n' Bossa - Insoul

Internacional[editar]

  1. Don't Know Why - Norah Jones
  2. Disease - Matchbox Twenty
  3. I'm With You - Avril Lavigne
  4. Nothing at All - Santana feat. Musiq
  5. You Belong to me - Jennifer Lopez
  6. Vivir Sin Aire - Maná
  7. Misunderstood - Bon Jovi
  8. Sexed Up - Robbie Williams
  9. Imbranato - Tiziano Ferro (aquela do Cquote1.png Scusa se ti amo... Cquote2.png)
  10. The Way you Look Tonight - Rod Stewart
  11. Noche de Ronda - Paolo
  12. Te Dejo Madrid - Shakira
  13. Hurt you so Bad - Crazy Town
  14. Dancer - Computernet
  15. D-Deep - Deep House

Volume 2[editar]

  • Em consequência do grande sucesso de vendas do CD duplo nacional-internacional de Mulheres Apaixonadas, a Som Livre lançou um segundo terceiro CD, com músicas nacionais e internacionais misturadas em 16 faixas. Não chegou, porém, a registrar a mesma incrível vendagem do álbum anterior.

Capa: Erik Marmo, como Cláudio

  1. I've Got You Under my Skin - Diana Krall
  2. La Vie en Rose - Tony Bennett & k.d. lang
  3. Amor Maior - Jota Quest
  4. Mais uma Vez - Renato Russo
  5. They Can't Take That Away From Me - Rod Stewart (olha ele aqui de novo!)
  6. Tell me All About It - Natalie Cole
  7. Fly Me To the Moon (In Other Words) - Peter Jones
  8. Dois Rios - Skank
  9. Incondicionalmente - Capital Inicial
  10. Serenata ao Luar (Moonlight Serenade) - Paula Lima
  11. Nick Bar - Dick Farney
  12. Alguém Como Tu - Elisa Lucinda
  13. De Bem Com a Vida - Alberto Rosenblit
  14. As Rosas Não Falam - Léo Gandelman
  15. (Prelude) Dreams - Heaven
  16. Jazzy + Funky + Bossa = Cool! - Insoul (outra vez também)

Audiência[editar]

Chegou a picos de 60 durante sua exibição, o que novela nenhuma consegue mais nos dias atuais de hoje em dia.