The Elder Scrolls

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Virtualgame.jpg The Elder Scrolls é um jogo virtual (game).

Enquanto você lê, o Donkey Kong mata o K. Roolenstein.


Os Pergaminhos Mais Velhos
The Elder Scrolls cover.jpg
Arte conceitual da série
Gênero RPG com bug
Desenvolvedor Bethesda
Publicador Bethesda
Plataforma de origem MS-DOS
Primeiro lançamento The Elder Scrolls: Arena (1994)
Último lançamento The Elder Scrolls VI (2100)

Cquote1.png Então é aí que surgiram essas porcarias de jogos sobre The Elder Scrolls? Cquote2.png
Você sobre The Elder Scrolls

A gostosona do jogo, sonho erótico dos nerds punheteiros (e um bom motivo para jogar).

The Elder Scrolls é uma série de jogos RPG desenvolvida pela Bethesda Games Studios, uns bando de vagabundos sem nada a fazer. É abreviada frequentemente por TES ou de PQP. Também é conhecido por noobs como "Aquele Jogo Que Tem Um Mapa Grande Pra Caralho", até porque tem um mapa grande pra caralho e você é livre para fazer qualquer coisa.

Sobre The Elder Scrolls[editar]

Os cinco principais jogos da série The Elder Scrolls, Arena, Daggerfall, Morrowind, Oblivion e Skyrim são conhecidos pela sua jogabilidade muito versátil, tendo o jogador liberdade total de fazer o que quer com a sua personagem no jogo inclusive andar a cavalho em superfícies perpendiculares ao chão, como montanhas ou paredes, com um fim aberto. O ambiente dos jogos é enorme, embora quase todos os monstros sejam geléias ou ogros gigantescos, tipico existente nas metades das sem idéias dos RPGs. The Elder Scrolls também conta com a diversidade e burrice dos NPC's, que por sua vez são mais espertos do que você, mas nada grandioso também, pois até mesmo em Skyrim estes apresentam grandes defeitos devido à sua "alta inteligência artificial" Burra e grandiosa.

Sua lista[editar]

Além destes jogos, foram adicionados outros que, não sendo RPG's para computador, têm o mesmo universo do jogo:

v d e h
ElderScrolls Logo.png