The Elder Scrolls II: Daggerfall

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Cvania-nes phantombat fly.gif
The Elder Scrolls II: Daggerfall é da época da Velha Guarda dos Games

Porra! Aqui sim que é jogo bodybuilder, caralho!


The Elder Scrolls II: Daggerfall
250px-Daggerfall Cover art.gif

Bethesda economizou o dinheiro da pizza e mandaram criar essa capa, menos ridícula que a de Arena.

Informações
Desenvolvedor Bethesda
Publicador Satã
Ano 20.000 anos depois do Tibia
Gênero RPG e um bocado de bugs
Plataformas MS DOS
Avaliação "Muito ruim", -10/10 - IGN
Idade para jogar Menos de 12


Cquote1.png Uma cópia descarada minha. Cquote2.png
Tibia sobre The Elder Scrolls II: Daggerfall
Cquote1.png Mas eu vim antes de você... Cquote2.png
The Elder Scrolls II: Daggerfall sobre citação acima
Cquote1.png Não importa. Você me copiou mesmo eu não existindo, porque eu sou um jogo muito foda. Cquote2.png
Tibia sobre The Elder Scrolls II: Daggerfall


The Elder Scrolls II: Daggerfall é um jogo de RPG para DOS (que merda é essa?) criado pela Bethesda e é a continuação do não-tão-bom The Elder Scrolls: Arena, com gráficos melhorzinhos (nem tanto, porque ainda tá uma merda), novos elementos RPGzísticos e outras coisas.

Jogabilidade[editar]

100.000 moedas de ouro por essa bosta? Nem morto.

O The Elder Scrolls II: Daggerfall é bem parecido com o Arena em questão de jogabilidade, porque ainda continua uma merda, só que agora tem elementos novos, como por exemplo a compra de cavalos, pra você dar uma de cowboy, mas que só servem para ir para curtas distâncias, a não ser que você tenha a paciência de viajar mil anos vendo aquela merda de gráfico (Tibia aprova) que ficam gerando cenários aleatórios ad infinitum, isso poderia fritar seu cérebro.

Para esses momentos, tem o barco, que é o fast travel do jogo, mas que custa barras de ouro que valem mais do que dinheiro.

Além dessas maravilhas citadas, o jogo teve a novidade que foi a mais pedida pelos virgens, que foi a nudez, onde o instalador do jogo tem uma senha para liberar, para o seu priminho chato não ter acesso á isso. A nudez provavelmente não foi a novidade mais empolgante do jogo, pois as mulheres são tipo a Lara Croft antiga, uma merda quadriculada que não é nada paudurescente.

O jogo teve, na primeira vez da série, a possibilidade de se transformar em vampiro, que fica mais forte em vários atributos, mas que brilha no sol.
Lobisomem e homem porco que é tipo AIDS, é contraído quando você é atacado por um, fica forte pra carai, mas fica malvadão, tendo que machucar um inocente á cada 15 dias, se não seu HP máximo diminui. Que marvado!

O jogo também conta com um incrível mini-mapa, para os gordinhos noobs conseguirem jogar também, sem ficar perdidos.

De acordo com a Bethesda, o jogo tem mais de 15.000 cidades, vilas e masmorras para explorar, mas ela só muda as cores das casas por meio de código magia, muda a posição de pedras na masmorra, e fala que é tudo diferente. Deus tá vendo, viu? (ou não)

A empresa também falou mais merda dizendo que existem mais de 750.000 NPCs para interagir. Mas é que a Bethesda faz um ritual satânico de duplicação, mas só muda a cor do cabelo e a roupa e fala que são personagens bem diferentes. Ela acha que engana alguém, ha ha.

Lançamento e recepção[editar]

Quando o Daggerfall lançou, como TODO jogo da Bethesda, veio com bugs, que foram sendo consertados por meio de patch ao longo dos tempos, mas mesmo assim ainda restaram bugs, porque a equipe da Bethesda é composta por macacos burros, então eles deixaram para os pobres jogadores consertarem pelos mods, para poupar tempo, já que eles tem coisas melhores pra fazer.

No lançamento, os jogadores crucificaram o jogo por ele ter poucos blocos de textura, que são usados nas casas e masmorras, deixando o jogo repetitivo, mas a Bethesda cagou pro jogo e só consertou isso em um novo jogo, o Morrowind (que também não é grande coisa), mil anos-luz depois.

Curiosidade meio merda[editar]

Todd Howard, alguém responsável pela Bethesda e que ninguém conhece, falou que o Morrowind tem 0,01% o tamanho do Daggerfall, mas é porque que tem coisas que são geradas aleatoriamente no Daggerfall, e que o Morrowind é menor, mas mais detalhado, bla bla bla, foda-se.

Mods[editar]

Como o jogo, mesmo com os patchs oficiais, ainda tinha alguns bugs, alguns nerds desocupados que jogavam acabavam tendo que criar os patchs para deixá-lo bom para jogar, mas eles íam mais fundo (ui) e criavam mais coisa pro jogo, como mais armas, mais itens, mais personagens, mais quests, criavam mais partes do mapa e até criavam uma nova engine para o jogo (isso é o auge de nerdice que alguém poderia alcançar).
A Bethesda adora isso, porque a empresa não tem trabalho nenhum e não gasta nada. (ela é muito espertinha!)

v d e h
ElderScrolls Logo.png