Uttarakhand

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Cita3.pngMaatu hamru, paani hamru, hamra hi chhan yi baun bhi... Pitron na lagai baun, hamunahi ta bachon bhi'Cita4.png
Macumba popular

Uttarakhand é um pedaço de território que deveria ser do Meu Pau, mas por ter o formato do meu ovo esquerdo foi mais inteligente (ou não) e ficou como sendo um dos estados da Caxemira, que como sabemos é um território ultramarino do Paquistão.

História[editar]

Um vilarejo de Uttarakhand esperando chegar o verão para o degelo das montanhas enxurrar o vilarejo inteiro.

Território colonizado por seres austro-asiáticos fantásticos adestradores de elefantes-de-bengala que gostavam de deixar a barba crescer (inclusive as mulheres, mas a barba das axilas) e usavam cama de pregos para relaxar. Foi inspirado nesse pitoresco povo que foi escrito o Mahabharata, um conto de fadas muito famoso que os hindus levam a sério para jogar divertidos RPGs.

Na Idade Média veio o domínio do Reino Garhwal, que sinceramente é tão sem graça que sequer será mencionado mais.

Com a independência da Índia em 1949, a desorganização era tanta que os milênios de história, cultura e idioma próprio foi ignorado e toda aquela terra foi parte de Uttar Pradesh até 1988, assim como surgia Tocantins no Brasil, surgia Uttarakhand na Índia após protestos violentos regados a muito churrasco de carne de vaca promovidos pelo Uttarakhand Kranti Dal (um partido político inspirado em preceitos norte-coreanos de noção de economia soviética, em outras palavras: fanáticos)

Geografia[editar]

Muitas montanhas, pois estamos falando do Himalaia e de Shangri-la, onde se destaca o Nanda Devi, um enorme pico cheio de gelo que todo verão faz uma enxurrada descer a encosta e alagar 90% dos municípios do estado.

É lá que está o famoso Vale das Flores, uma vasta região recheada das melhores plantas alucinógenas asiáticas e um estoque inesgotável de papoulas destinadas aos rituais esquisitos dos indianos.